O Aumento das buscas e vendas On line no Inverno.

July 5, 2017

Com a chegada do frio e a facilidade das buscas por internet cresce o número de empresas investindo em meios digitais e entregas à domicílio. Vamos concordar que é prático e confortável pedir aquele lanche ou até mesmo um vinho e comprar aquela roupa da estação. Pesquisas comprovaram um grande aumento nas vendas online nessa estação do ano. 

Todos os dias, você provavelmente receberá e-mails, textos, tweets e propagandas anunciando grandes vendas. Parece sempre a cada dia ter uma promoção melhor, aquele aparelho que você pode comprar mais barato com facilidade. Mas será que existe uma época específica em que um certo tipo de aparelho está mais barato ou você depende da sorte para preços mais baixos?

Qual a representação de inverno para o consumidor brasileiro? Faz sentido falar de inverno em um país com dimensões continentais como o Brasil? Quais as oportunidades que as marcas deixam de aproveitar nesta época? Alguns desses questionamentos são levantados no estudo Inverno, realizado pelo Google Brasil, tendo como base as tendências de busca de internautas brasileiros acima de 18 anos.

 

O estudo será apresentado ao mercado na manhã desta terça-feira, 18, na sede do Google, em São Paulo. Foram feitas três pesquisas via Google Consumer Survey em fevereiro deste ano com 1,500 respondentes. Dentre as principais constatações está o fato de que as buscas por compras em geral aumentam 10% no inverno e de que alimentos e itens relacionados à casa ganham destaque neste período.

“O principal objetivo deste levantamento é mostrar para as marcas que existem oportunidades escondidas em muitos temas relacionados ao inverno e que podem ser melhor trabalhadas. Como entender, por exemplo, que a busca por chocolates é maior em julho e que existe uma forte ligação emocional das consumidoras com maquiagem no período”, diz Marcio Garcez, diretor de negócios e bens de consumo do Google.

 

De acordo com a pesquisa, quando o tema é sentimento, as pessoas estão mais tristes no período de outono e inverno que vai de março a agosto. As buscas por estados emocionais que indicam tristeza, depressão, solidão e ansiedade sobem, em média, 11% com o início do outono e 23% com o começo do inverno. Neste contexto, a autoestima cai sendo que 75% dos brasileiros são conscientes de que comem mais no período e que, ocasionalmente aumentam preocupações com peso e problemas dermatológicos. Buscas como “melhorar a aparência” e “como ser menos feio” cresceram 45% no último ano durante o período em comparação com 2015. 

 

Outra constatação da pesquisa é que a casa ganha ainda mais peso nesse período. Cerca de 80% dos respondentes apontam que preferem ficar em casa em finais de semana de frio e isso leva a maior consumo por alimentos e indulgências. Neste cenário, a busca por receitas aumenta 10% em média nos meses de inverno. Cerca de 45% dos brasileiros aproveitam o inverno para cozinhar para familiares e amigos e as atividades favoritas do inverno estão ver séries e filmes.

 

Além disso, inverno também é associado a festividades. Com exceção do natal, as festas familiares estão concentradas no período. Mais de 90% dos brasileiros costumam se reunir nestas datas e família é a palavra mais relacionada com inverno para 16% dos internautas.

 

O clima de inverno é motivo para se reunir com familiares para 70% dos entrevistados. Além das celebrações, o inverno coincide com as férias de julho. Neste contexto de férias e inverno, a pesquisa identifica um aumento na busca por chocolates no mês de julho ainda maior do que abril, durante a Páscoa. O conteúdo infantil assistido no YouTube cresce, em média, 15%. Outra constatação da pesquisa é de que, diferente do verão, o inverno brasileiro não está pronto, ele é produto do imaginário. As marcas se tornam mais necessárias porque podem conectar os ícones de inverno com seus consumidores.

 

 

4 grandes nichos de oportunidades para a estação

 

Moda

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o e-commerce nacional cresceu 30% no último ano e o consumidor está mais confiante com o varejo online. Com a chegada do Inverno, muitos portais de moda estão incrementando suas vendas.

 

Segundo pesquisa realizada pelo site comparador de preços e produtos, Zoom, com a chegada dos dias frios a procura por agasalhos amplia em média 70% e o comércio de calçados de Inverno supera os 100% de aumento. Com objetivo de movimentar ainda mais o segmento, o setor online procura realizar diversas promoções especiais neste período, oferecendo vantagens no frete e descontos em compras, um dos motivos da preferência dos consumidores em comprar pela internet.

 

 

Saúde e Beleza

A mudança nos hábitos de higiene, redução de banhos e agressões a pele faz com que aumente o índice de produtos para pele oleosa, mesmo em uma época considerada propicia só para a pele seca. Com isso, existe grandes oportunidades para produtos que cuidam da saúde do rosto e do corpo,  maquiagem e produtos de cabelo.

 

 

Delivery

Outro segmento que está em alta e que no período de Inverno tem um aumento considerável na escolha, é o delivery. Sabemos que o mercado de comida é muito próspero em tempo de frio, onde as pessoas naturalmente sentem mais fome e preferem o conforto de casa.

Com o surgimento dos pedidos on line e o aumento dos deliverys, todos nós nos beneficiamos. Estudos apontam, um disparo nas vendas de comida neste início de inverno e buscas por receitas no Youtube e outros sites. 

 

 

Eventos

Foram analisadas várias tendências dentro de eventos como Festa Julina e Festa Junina. Dentre os principais a busca por looks adultos relacionados a essas festas, o que antes era muito mais voltado a crianças. Com exceção do natal, as festas familiares estão concentradas nesse período. Mais de 90% dos brasileiros costumam se reunir nestas datas.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

September 14, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags