Loja Virtual x Loja Física

September 21, 2016

 

 

  Há não muitos anos uma das grandes dúvidas daqueles que empreendiam no comércio era a de onde fixar seu endereço físico e montar uma loja para receber seu público. Nos dias atuais essa dúvida não diz mais respeito apenas ao logradouro, abraçando também o meio digital.

 

 

 

  Uma pesquisa rápida no Google facilmente comprova o crescimento do comércio eletrônico no Brasil e no mundo. Contudo, isso não significa que lojas físicas estão condenadas. Muitos também são os que dizem que, assim como as barreiras entre o mundo online e o offline diminuem, lojas virtuais e físicas de uma mesma empresa passem a coexistir de forma complementar, visto que nada substitui a experiência do produto “ao vivo”.

 

 

 

1) Horário de atendimento
 

Começamos pela questão do horário de atendimento. Neste quesito não restam dúvidas: lojas virtuais levam vantagem por funcionarem 24 horas por dia, 7 dias por semana. Basta que seu cliente possua acesso à internet e seu site esteja funcionando corretamente, sem problemas com a hospedagem.

 

2) Custos de um endereço físico e virtual


  Investir numa loja virtual pode ser tão custoso quanto numa loja física. Na física, paga o aluguel do espaço; na virtual, paga a hospedagem (mensal) e o domínio (anual). Na física, paga um arquiteto, vitrinista, pintor e outros profissionais especializados; na virtual, uma agência que conte com programadores, web designers e também outros profissionais especializados.

Contudo, partindo da ideia de que “você recebe por aquilo que pagou”, proporcionalmente é muito mais barato ter uma loja virtual atraente e totalmente funcional. Depende de você encontrar a empresa certa para fazer esse trabalho.

 

3) Área de atuação e abrangência


Mais um quesito no qual lojas virtuais levam vantagem. Abertas a toda a internet, qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, pode conhecer sua loja e seus produtos sem ter que se deslocar. Claro, sua logística entra em questão também. Há lojas virtuais que vendem para todo o mundo e outros que mantém suas atividades numa só cidade ou região. Todavia, caso você decida expandir suas atividades, você não precisa abrir um novo endereço, num novo bairro, cidade ou país.

 

4) Acessibilidade e experiência do consumidor
 

Pesquisas indicam que cada vez mais ações de marketing devem ser orientadas muito mais à experiência do consumidor do que guiadas por algum diferencial físico ou preços. Uma das coisas que possui relação direta com isso é a acessibilidade. Seja no online ou offline, essa é uma palavra-chave e que faz toda a diferença no processo de decisão de compra. Acessibilidade de uma loja física significa ter um ambiente agradável, com fácil acesso, produtos dispostos de uma maneira atraente… Tudo estrategicamente arquitetado para potencializar a experiência de comprar na sua loja.

O mesmo vale para seu site. Já percebeu o quanto sites com um bom layout e diagramação transmitem mais credibilidade mesmo que você não saiba se ele tem certificado de segurança? Você também vai querer ter certeza de que todas as informações sobre o produto estarão dispostas com uma boa leitura, além de fotos, vídeos e outros materiais que sirvam de apoio para que a pessoa não tenha dúvidas de que aquele produto é, realmente, uma boa escolha para ela.

 

5) Atendimento e suporte


  A internet encurta distâncias, mas nada substitui o contato humano. Sem dúvida, muitos que deixam as lojas virtuais para comprar em lojas físicas o fazem em virtude do atendimento que pode ser prestado presencialmente. Apesar disso, o comércio eletrônico vem crescentemente mostrando sua faceta humanizada através de plataformas de atendimento cada vez mais personalizadas. Seja via e-mail, bate-papo ou conferências, cresce também o número de sites que disponibiliza atendentes capazes de fazer recomendações acerca dos produtos, além de se apresentarem com um nome, protocolo de atendimento, entre outros itens que dão mais segurança ao cliente.

 

6) Comunicação e promoção


  Assim como não basta abrir as portas do seu estabelecimento e esperar que seus clientes entrem num passe de mágica, não basta abrir um site e apenas esperar que os cifrões apareçam. É preciso levar o nome da sua loja e que você oferece ao seu público. Para isso, a internet reserva métodos bastante vantajosos para pequenos e grandes anunciantes. Como o tema é extenso, convidamos você a conferir a publicação outra publicação que fizemos aqui, em nosso blog:

 

7) Tendências e futuro


  É bem sabido que o comércio eletrônico veio para ficar. Pode ser que a forma como o conhecemos hoje mude, mas o conceito de adquirir bens e serviços através de meios digitais certamente perdurará e continuará evoluindo. O Brasil é um dos países que, de forma acelerada, tem se tornado cada vez mais consciente acerca do seu potencial no e-commerce e possui algumas das lojas virtuais mais notáveis da América Latina.

Com tantos fatores a serem analisados, na sequência trazemos algumas das nossas opiniões sobre esse caso, em tópicos, para somar aos seus conhecimentos e ajudar você a chegar uma conclusão mais satisfatória:

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes

September 14, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
SIGA
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Snapchat Icon